Associação Vale de Acór


Reference: PT2019-008
Type: EQUASS Assurance (2018)
Certification date: 2019-12-17
Expiration date: 2022-12-17
Scope of Services: Apoio Social; Comunidade Terapêutica; Reinserção; RSI

Number of Service Users: 180
Number of Staff members: 39
Overall score: 40,62

Address: Rua D. Álvaro Abranches da Câmara 4,
Almada,
2800-016 ,
Portugal
Contact Person: Filipa Líbano Monteiro
Email: filipa.libano@valedeacor.pt


Description:

The Vale de Acór Association is a private, non-profit Social Solidarity Institution that works since 1994 in the context of recovering dependents: Drug addicts and alcoholics; Drug addicts with psychiatric problems (Dual Diagnosis) and Drug addicts in prison and ex-prisoners.



In the Vale de Acór the "new poor" of society - people without community who are placed in the face of impotence of themselves or bankruptcy and therefore incapable of activating their personal resources to react in a constructive way, are welcomed and reinserted.


From the outset, the Association adopts the Therapeutic-Educational Model Project-Man that starts from a Christian personalistic anthropology, that is articulated with the conceptions of the current psychiatry. From the beginning there is an educational intention of social and labor orientation and of a restructuring of the totality of the Human. Dependency therapy uses a variety of methods in combination: Community Psychotherapy, Group Psychotherapy, Pharmacological Therapy, Counseling, Physical Therapy, Family Therapy and Counseling, Ergotherapy, Art Therapy, Medical Therapy, Surgical and Psychiatric Situations concomitant. In the Therapeutic-Educational Model of Vale de Acór Association, attention is placed on the person, not the substance, on the family's involvement, on the educational proposal and on the reformulation of behaviors, attitudes, meanings, and values. The Valde de Acór Therapeutic-Educational Model comprises several phases and groups.


From São Tiago, headquarters of the Association, people are accompanied through the Direct Intervention Team. Subsequently, in Quinta de São Lourenço, but in a proper space called Casa de Entrada, a work of motivation, of cut with the outside and of beginning of habits of community life is carried out with a view to entering the phase of the Therapeutic Community (Orientation phase, Therapeutic team). In the Reinsertion takes place in a context closer to the reality of life in society.



Description in native language:

A Associação Vale de Acór é uma Instituição de Solidariedade Social privada, sem fins lucrativos, que trabalha desde 1994 no contexto da recuperação de pessoas com dependência: dependência drogas, álcool, ou duplo diagnóstico (com problemas psiquiátricos).


No Vale de Acór recebemos e reinserimos os "novos pobres" de nossa sociedade - pessoas sem comunidade que são colocadas diante da impotência ou falência de si mesmas e, portanto, incapazes de ativar seus recursos pessoais para reagir de maneira construtiva.


Desde o início, a Associação adota o Projeto-Modelo Terapêutico-Educacional que parte de uma antropologia personalista cristã que se articula com as concepções da psiquiatria atual, tendo desde o início uma intenção educativa, de orientação social e para o trabalho com base na reestruturação global da pessoa. Em termos de intervenção terapia nas dependências são utilizados uma variedade de métodos combinados: Psicoterapia Comunitária, Psicoterapia de Grupo, Terapia Farmacológica, Aconselhamento, Fisioterapia, Terapia Familiar e Aconselhamento, Ergoterapia, Arteterapia, Terapêutica Médica, Situações Cirúrgicas e Psiquiátricas concomitantes. No Modelo Terapêutico-Educacional da Associação Vale de Acor, a atenção é colocada na pessoa, não na substância, no envolvimento da família, na proposta educacional e na reformulação de comportamentos, atitudes, significados e valores.
O Modelo Terapêutico-Educacional Valde de Acór compreende várias fases e grupos.


Equipa de Intervenção directa as pessoas são acompanhadas ainda na rua ou em consultas de apoio psicossocial em ambulatório. Posteriormente, na Quinta de São Lourenço,na Casa de Entrada, realiza-se um trabalho de motivação, de corte com o exterior e de início de hábitos de vida comunitária, com vista a entrar na fase da Comunidade Terapêutica. (Fase de orientação, equipe terapêutica). Na Reinserção ocorre em um contexto mais próximo da realidade da vida em sociedade com vista à reinserção e autonomia profissional.

Location:

Organisations in the area: